SÍNDROME JORGE JESUS

FC Porto vs BenficaAntes de uma celebre Final da Taça de Portugal, que pela 1ª vez seria jogada em casa de um dos clubes finalistas. Erickson o treinador do Benfica na época, disse para o presidente: “Presidente não se preocupe se eles querem jogar a Final em casa, tudo bem, o Benfica vai lá jogar e conquistar a Taça.” O resultado deste pensamento positivo, foi a conquista da Taça em pleno Estádio das Antas.

Esta pequena introdução é só para tentar explicar o que quero dizer. O Benfica actual sofre do síndrome Jorge Jesus, que tem medo quando vai jogar no Estádio do Dragão. O medo que ele tem é transmitido para os jogadores e tem sido esse factor, o principal desequilibrador nestes jogos.

Fomos inferiores mentalmente e acabamos por ter alguma sorte, porque apesar de termos dado mais luta na 2ª parte, também poderíamos ter sofrido mais dois golos.

Podem dizer, e com razão que o Jorge Jesus tentou também manter a rotação no plantel e acho que agiu bem. Pior foi o medo demonstrado, principalmente durante a 1ª parte. O medo que desequilibrou as coisas para o lado do Porto, agora só espero que no Estádio da Luz, tenham garra, querer e ambição e comam a relva, porque só assim, poderão chegar à Final da Taça de Portugal.

Depois da Maldição do Bella Gutman em relação às Finais Europeias, agora se não nos acautelarmos teremos durante anos a fio, o Síndrome Jorge Jesus.

6 pensamentos sobre “SÍNDROME JORGE JESUS

  1. Se me permite, apenas uma pequena correcção: não era a primeira vez que um clube finalista jogava a final da Taça de Portugal em casa. E o “clube rival” (como nos chamam, reciprocamente) já tinha disputado, se bem me lembro, pelo menos mais DUAS finais em casa. Assim como os lagartos. O ÙNICO dos 3 grandes a NUNCA gter tido um a final em casa foi …. claro. o Benfica! Mas relativamente ao síndroma Jesus …. é uma evidência há muito tempo. Depois dos “banhos” do Vilas-Boas, do Vitor Pereira agora, do ex da equipa B do “clube rival”! ESTOU FARTINHO. Só na Playstation, JJ!

  2. O problema do Benfica no Dragão não é Jorge Jesus. Se assim fosse, sempre que lá jogamos antes de JJ, tínhamos ganho sempre e isso não aconteceu. O problema é de mentalidade da equipa. Enquanto a mentalidade da equipa não mudar, não adianta ter lá o Jorge Jesus ou o Mourinho..

  3. Como Benfiquista, sou de opinião de que Jorge Jesus entrou no jogo conta o FCP com as prioridades definidas: a meia-final da taça é a duas mãos e o jogo contra o Braga é já no domingo. É prioritário termos a equipa na máxima força no jogo do campeonato, porque o campeonato é a competição mais importante. Quando for altura da segunda mão da meia-final da taça, provavelmente já seremos virtuais campeões e então a taça passa a ser prioridade. Não comecem já a campanha contra o Jorge Jesus só porque o jogo contra o FCP correu mal. Para termos alguém contra a nossa equipa, contra os nossos profissionais, contra o nosso clube bastam-nos os outros.

    1. Não sou contra a rotação do plantel. Perdemos este jogo devido ao JJ ter medo de jogar no Porto, essa é a verdade. Não foi a rotação do plantel e a táctica utilizada que desequilibrou as coisas a favor do Porto, foi o medo demonstrado pela equipa e pelo nosso treinador.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s