PSICOLOGIA DA BATATA

downloadQuem me conhece, sabe que não gosto de pessoas ligadas à psicologia. Mas aqui estou, a debitar os meus  bitaites acerca de mais alguém que prometia ser um craque da bola. Em vez de trabalhar para ser um bom jogador de futebol, lutando contra tudo e contra todos nos treinos, passa o tempo todo a dar entrevistas nos jornais.

E sendo assim, não passará de mais uma promessa que fica pelo caminho. E de promessas, como se costuma dizer, está o mundo cheio. Não sei o que se passa, nem conheço o Nelson o suficiente para criar um perfil psicológico dele. Mas acho que ele é uma pessoa insegura e está rodeado de maus conselheiros. Essas pessoas deviam aconselha-lo, a trabalhar cada vez mais, convencendo-o de que só assim, teria a possibilidade de  chegar aos grandes clubes e não perdendo tempo em entrevistas de treta, que só servem para vender jornais, de preferência se ele falar do Benfica..

Não o vou crucificar, mas tenho pena que aquela promessa do Mundial Sub-20, passe ao lado de uma boa carreira no futebol, perdendo tempo em clubezecos franceses de 5ª categoria e a jogar nas equipas Bs, e nas divisões inferiores. E que daqui a uns anos, no fim da sua carreira medíocre de futebolista continue a dar entrevistas, e a culpar o Benfica e o catedrático, ignorando os erros que ele próprio cometeu ao longo dos anos.

Por isso, psicologicamente falando (chiça já pareço o JJ), dou um conselho ao Nelson Oliveira. Agarre-se ao sonho de ser um grande futebolista, trabalhando cada vez mais nos treinos e perca algum tempo a pesquisar na Net e lendo os jornais (não dando entrevistas), procurando pelos bons exemplos no futebol. Eusébio, Figo, Zidane, Cristiano Ronaldo e tantos outros que só foram os melhores, porque para além do talento galáctico que possuíam, trabalhavam mais do que os restantes colegas durante os treinos, para atingir a perfeição.

P.S.: Só assim Nelson, com trabalho e muita vontade e engolindo alguns sapos pelo caminho, é que te poderás tornar um bom jogador. Jamais serás um galáctico, mas até poderias dar uns toques na bola se quisesses.

Um pensamento sobre “PSICOLOGIA DA BATATA

  1. Nem mais. Começou esta época calado apenas a trabalhar. Em Outubro/Novembro tinha 7 golos marcados. Pelos jornais começou a tipica desestabilização por ele não ter sido aproveitado e por se ter contratado Funes Mori. Ele aproveitou o bom momento e num curto espaço de tempo desatou a dar entrevistas sobre faltas de oportunidades, sobre Jesus não gostar de portugueses, que ninguém lhe liga do Benfica ou gabando a aposta do Sporting na formação como se para eles não fosse uma necessidade. Uns meses depois está a jogar pela equipa B francesa na 5ª divisão (de referir que ele não aceitou à 2 anos ficar como 4 opção num sistema de rotação entre equipa B e a A). Para mim esta é a prova que este jogador não tem capacidade mental para ser um jogador de futebol.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s